• Rofer Eventos

Eurocontrol 4.0 foi tema para difusão de tecnologias aplicáveis ao setor de Reciclagem Animal


A ABRA- Associação Brasileira de Reciclagem Animal está comprometida com a difusão de inovações e tecnologias que contribuam com o crescimento do setor. ABRA na Web realizada no dia 13 de julho foi dedicado ao projeto Eurocontrol 4.0, uma iniciativa das parceiras ABRA, Eurotec Nutrition, Patense e Instituto de Apoio à Inovação, Incubação e Tecnologia (Inaitec).


Os convidados especiais desta edição falaram sobre o desenvolvimento e objetivos da implementação do Eurocontrol 4.0, premiado pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) na Categoria 3 do Programa Agro 4.0, em dezembro de 2020. A união de esforços e conhecimento técnico da ABRA, Eurotec Nutrition, Patense e Inaitec promete melhorar a rotina das indústrias do setor: o Eurocontrol 4.0 é uma plataforma online que rastreia e monitora remotamente todo processo de aplicação de aditivos voltados para a nutrição animal. Como já faz parte do roteiro dos eventos da ABRA o presidente do Conselho Diretivo Pedro Bittar deu as boas-vindas aos associados e palestrantes. Em seguida o patrocinador ABRA – Carlos Brito, do departamento comercial da empresa DUPPS do Brasil fez uma breve apresentação.


O Gestor de Mercado Interno Marcell Porto e Castro conduziu a transmissão apresentando a ABRA e toda a atuação da entidade que é reconhecida por atuar no Brasil e exterior em nome dos associados e do setor.


O Diretor da Eurotec Nutrition, Guillermo Vieira, falou sobre os 27 anos de atuação no mercado de aditivos para preservação da qualidade de matérias-primas e produtos acabados, atendendo as demandas do mercado, destacando o sistema de dosagem Eurocontrol 4.0 o início da inteligência artificial no setor de reciclagem animal. Thiago Schurhaus, coordenador técnico, é o responsável pelo projeto e pela implementação da tecnologia, explicou todo o sistema que está diretamente ligado ao conceito de internet das coisas (IoT), muito difundido atualmente no cotidiano das pessoas, e que está sendo aprimorado há quase uma década na Eurotec Nutrition. O conceito de IoT na indústria é similar, com tendência mundial, onde todos os maquinários possam estar conectados na internet em tempo real, passando dados em pleno funcionamento.


No caso do Eurocontrol 4.0 os sistemas de dosagem instalados no Brasil buscam o controle e monitoramento remoto em tempo real de todos os pontos de aplicação. Desta forma, a partir de qualquer dispositivo conectado à internet, é possível intervir em qualquer ponto de aplicação e determinar a dosagem por lote de produção, além de ter rastreabilidade total no que se refere à aplicação dos aditivos providos pela Eurotec Nutrition. Indo além, o sistema identifica perca de desempenho dos equipamentos, executando as correções para atingir os setpoints determinados e ainda alerta aos interessados para executar manutenções corretivas e preditivas. Não obstante, o Eurocontrol 4.0 também auxilia os setores de suprimentos e de logística, tendo em vista que monitora em tempo real os estoques dos tanques de seus clientes, emitindo alertas para reabastecimento em acordo à realidade de cada cliente. Por fim, concluiu reforçando a importância desta tecnologia para o setor, sendo um grande passo para se obter subprodutos de origem animal de maior qualidade e, consequentemente, maior valor agredado para os produtores brasileiros.


Victor Gonçalves da Patense falou sobre a empresa que está com mais de 50 anos de atuação e tem 04 unidades produtivas. A Patense produz os principais tipos de proteínas de origem animal e sempre investiu em tecnologia. Na prática a empresa adotou o Eurocontrol 4.0 e comprovou os resultados. “Antes o controle era manual, dependente da ação humana, de modo que não havia uma certificação de modo automatizado das ações, não permitindo a correta previsibilidade dos custos e, até mesmo, haver a possibilidade de não conformidades por estar em desacordo com as especificações dos clientes.


Com o novo sistema, três unidades reduziram a zero as não conformidades de produtos, ou seja, tudo o que produziu estava dentro dos padrões exigidos pelos clientes. Victor destacou que é o Eurocontrol 4.0 é uma oportunidade para o setor se inserir de vez na indústria 4.0.


O projeto contou com a participação de um agente externo para validar os resultados na prática. O diretor Executivo do Inaitec, Instituto de Apoio à Inovação, Incubação e Tecnologia, Diego Chierighini, destacou que o INAITEC tem como missão promover o desenvolvimento das cidades por meio da inovação e atua neste processo do Eurocontrol 4.0 para validar todos os dados obtidos no projeto. Foram consideradas 03 frentes, dados de produção e não conformidades; informações e acesso ao software; e os relatórios de calibrações do sistema in loco ligado diretamente com a plataforma. Esta analise é um grande avanço para as indústrias do setor, colaborando para a melhoria de produtividade para a planta e rentabilidade da reciclagem animal nacional. O ABRA na Web encerrou já com foco no que pode ser o próximo passo de novos investimentos para colocar definitivamente o setor de reciclagem animal na realidade da Indústria 4.0.

Fonte: Assessoria de Comunicação ABRA Marcelo Lara, jornalista – Consultor de Comunicação