top of page
  • Rofer Eventos

Reciclagem animal do Brasil se aproxima da abertura de mercado para Indonésia


O setor de reciclagem animal brasileiro está um passo mais próximo de abrir oficialmente o mercado da Indonésia. Na última semana (08), dois importantes protocolos relativos à inspeção e aprovação do país e estabelecimentos para exportação de produtos da agropecuária brasileira foram firmados entre o Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) e as autoridades sanitárias da Indonésia.

A notícia foi recebida com entusiasmo pelo setor de reciclagem animal do Brasil. O projeto Brazilian Renderers, uma parceria entre Associação Brasileira de Reciclagem Animal (ABRA) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), trabalha há quase dez anos para esta abertura.

A medida permite a abertura de dois mercados para o Brasil e representa um avanço nas relações comerciais com o país. De acordo com o MAPA, produtos da reciclagem animal para alimentação animal entram na lista contemplada pelo protocolo.

Agora, a partir destas aprovações, será dado início ao processo de ajuste do Certificado Sanitário Internacional (CSI). A nova proposta de CSI será enviada pelo MAPA às autoridades sanitárias da Indonésia para que em breve, então, de fato de iniciem as comercializações.

Estiveram presentes na assinatura o secretário de Defesa Agropecuária, Carlos Goulart, o superintendente Federal de Agricultura e Pecuária do Pará, Jesus de Nazareno Magalhães de Sena, o ministro de Assuntos Marítimos e Investimentos da Indonésia, Luhut Binsar Pandjaitan, o diretor-geral de Pecuária e Saúde Animal da Indonésia, Dr. Ir. Nasrullah, e a diretora de Saúde Animal da Indonésia, Nuryani Zainuddin.

Brazilian Renderers Desde 2012, a ABRA e a ApexBrasil promovem em parceria o projeto Brazilian Renderers, com o objetivo de fomentar as exportações do setor de Reciclagem Animal — farinhas, gorduras, hemoderivados, palatabilizantes e proteínas hidrolisadas de origem animal. Por meio da participação em feiras, realização de workshops e outras ações especiais de promoção comercial, os projetos valorizam atributos da indústria da reciclagem animal e seus produtos — como a qualidade, o status sanitário e a sustentabilidade da produção — e valorizam as marcas internacionais dos produtos, fomentando novos negócios para os exportadores brasileiros. Informações sobre como fazer parte dos projetos setoriais podem ser obtidas pelo site brazilianrenderers.com.

Sobre a ABRA A Associação Brasileira de Reciclagem Animal (ABRA) é uma entidade que representa as indústrias do setor de reciclagem animal produtoras de farinhas, gorduras, hemoderivados, palatabilizantes e proteínas hidrolisadas de origem animal. É uma entidade sem fins lucrativos. Foi fundada em 2006 e trabalha para promover os seus associados, divulgar ações voltadas para o segmento, intermediar a relação com outras entidades e órgãos governamentais, além de fomentar a geração de negócios no mercado nacional e internacional. Para saber mais, acesse: abra.ind.br.

Sobre a ApexBrasil A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência realiza ações diversificadas de promoção comercial que visam promover as exportações e valorizar os produtos e serviços brasileiros no exterior, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, e visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira, entre outras plataformas de negócios que também têm por objetivo fortalecer a marca Brasil. A ApexBrasil também atua de forma coordenada com atores públicos e privados para atrair investimentos estrangeiros diretos (IED) ao Brasil, com foco em setores estratégicos para o desenvolvimento da competitividade das empresas brasileiras e do país. Para saber mais, acesse: apexbrasil.com.br.

Fonte: Assessoria de Comunicação ABRA

Luísa Schardong, jornalista, MTB/RS 0018094 Com informações do MAPA

ความคิดเห็น


bottom of page