• Rofer Eventos

Tailândia aceita modelo de CSI e abre o país para a reciclagem animal brasileira


Esta semana foi marcada por uma grande conquista para o setor de reciclagem animal. Após quase três anos de negociações técnicas e diplomáticas, o governo da Tailândia aceitou o novo modelo de Certificado Sanitário Internacionais (CSI) proposto pelo Brasil. Agora, o setor está apto a exportar farinhas e gorduras de aves, suínos e bovinos para consumo animal.


A notícia foi recebida com entusiasmo pela ABRA por meio da adida Agrícola em Bangkok, Maria Eduarda de Serra Machado, que ao lado da Associação trabalhou com dedicação para consolidar o CSI. Agora, finalmente, os seis estabelecimentos brasileiras auditados e habilitados desde outubro de 2019 poderão exportar os seus produtos para a Tailândia.

De lá para cá, a ABRA seguiu sua forte atuação, realizando reuniões periódicas de acompanhamento e atualizando associados sobre o andamento das demandas. Trabalho recompensado: com o apoio da adida Agrícola e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), a ABRA celebra a abertura de mais um mercado prioritário para o setor.

Fonte: Assessoria de Comunicação ABRA

Luísa Schardong, jornalista, MTB/RS 0018094