• Rofer Eventos

VIV Rússia: ABRA e Brazilian Renderers divulgam toda força do setor de reciclagem animal brasileiro


A equipe ABRA se despede da Rússia após ter conquistado excelentes oportunidades para o setor de reciclagem animal brasileiro. A participação presencial do projeto Brazilian Renderers, uma parceria entre ABRA e Apex-Brasil, na Meat & Poultry Industry Russia 2021 Moscow (VIV Rússia), que aconteceu esta semana, entre os dias 17 e 19 de maio, abriu mais portas para a expansão de mercados na União Euroasiática. A feira expôs as mais recentes soluções, tendências e tecnologias para criação e processamento, além de estabelecer contatos comerciais com potenciais tomadores de decisões e principais especialistas mundiais.

Embarcaram para a Rússia o presidente Executivo da ABRA, Decio Coutinho, o gestor de Mercado Externo, Juliano Hoffmann e o gestor de Mercado Interno Marcell Porto e Castro. A equipe brasileira foi forte presença na Feira, uma das poucas autorizadas pelo Governo Russo a participar do evento. Aproveitando a oportunidade de divulgação dos produtos nacionais, o projeto Brazilian Renderers apostou na criação de estande e materiais promocionais personalizados – todos em russo.

O espaço também contou com o apoio de duas tradutoras, além de área destinada à videoconferência para o contato direto com o associado procurado pelo visitante do estande, atividades organizadas pela coordenação de Promoção Comercial da ABRA. O evento foi transmitido ao vivo (via plataforma Google Meet) para todas as empresas que participam do projeto Brazilian Renderers, que desejaram acompanhar as movimentações no estande e realizar negócios.


Brazilian Renderers Meeting Já no primeiro dia de feira (17), a equipe se reuniu com potenciais compradores russos na Brazilian Renderers Meeting. O presidente Executivo da ABRA, Decio Coutinho apresentou detalhadamente todo o setor, falando sobre o papel da reciclagem animal na sustentabilidade da cadeia da carne. Além da contextualização inicial, a equipe também falou sobre o moderno parque industrial brasileiro, que conta com equipamentos de alta tecnologia. A profunda explicação sobre o processo de fiscalização pelas autoridades sanitárias e fiscais, e a confiabilidade dos produtos, todos passando por certificações, não ficou de fora da conversa. A equipe trouxe um robusto leque de dados, que atestam que o Brasil tem matéria-prima e capacidade produtiva para abastecer o mercado internacional com produtos de qualidade de origem bovina, avícola, suína e de pescado. Fonte: Abra