• Rofer Eventos

Por demanda dos associados, ABRA solicita ao MAPA abertura do mercado das Filipinas


De olho nas oportunidades de negócios no continente asiático, a ABRA articula a abertura de mais um mercado para a reciclagem animal junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), desta vez visando o mercado das Filipinas. O primeiro passo foi dado: na última semana de maio (27), a equipe da Associação protocolou ofício endereçado ao gabinete do secretário de Defesa Agropecuária (SDA), José Guilherme Leal.

O documento requere que sejam acordados os requisitos sanitários que viabilizem a exportação de produtos não comestíveis de origem animal destinados à alimentação animal oriundos do resíduo do abate de pescado, aves, suínos e bovinos (como farinhas e óleo de pescado, farinhas e óleo de aves, farinhas e graxa de suíno, farinhas e sebo de bovinos, hemoglobina e plasma de suíno e de bovino) e palatabilizantes de origem animal. A sugestão da ABRA e associados incluiu também um modelo de Certificado Sanitário Internacional (CSI) e respectivos os requisitos sanitários a serem propostos para o início das tratativas junto as autoridades filipinas, baseado em um processo já existente.

Ainda, anexo ao pedido, a equipe ABRA encaminhou um consistente relatório, com argumentações embasadas em dados, mostrando todo potencial do mercado filipino para o setor.

Fonte: Assessoria de Comunicação ABRA

Luísa Schardong, jornalista, MTB/RS 0018094